Guerra á vista: Ucrânia se prepara para defender seu território.

A Ucrânia está a preparar-se para se defender da Rússia

“A Ucrânia está à beira de um desastre, depois da declaração de guerra da Rússia”, disse hoje o primeiro-ministro Arseni Iatseniouk. O embaixador ucraniano nas Nações Unidas disse o país se está a preparar para se defender da Rússia, após a invasão sofrida na Crimeia (Uma região da Ucrânia).

O embaixador ucraniano nas Nações Unidas disse o país se está a preparar para se defender da Rússia, acrescentando que vão pedir ajuda militar, se a Rússia «expandir atividades».

“É o alerta vermelho. Isto não é uma ameaça. Declararam-nos guerra”, disse o chefe do Governo. “Pedimos ao presidente Putin para retirar as suas tropas da Ucrânia”, acrescentou Arseni Iatseniouk.

Ao mesmo tempo o novo presidente ucraniano fez um apelo ao mundo para «passos efectivos» no sentido de ajudar o país.

Este responsável anunciou também que o espaço aéreo ucraniano está fechado a aviões não-civis.

OTAN: Intervenção da Rússia ‘ameaça a paz na Europa’

O secretário-geral da OTAN, Anders Fogh, Rasmussen, disse este domingo que a intervenção da Rússia na Ucrânia viola os compromissos assumidos pelos estados membros das Nações Unidas e ameaça a paz e a segurança na Europa.

“O que a Rússia está a fazer viola os princípios das Nações Unidas e ameaça a paz e a segurança na Europa. [A Rússia] tem que parar imediatamente as suas intervenções militares na Ucrânia”, declarou Rasmussen à entrada de uma reunião da OTAN, que se irá focar no conflito existente no Leste da Europa.

O secretário-geral afirmou que serão discutidas também as “implicações” da intervenção russa “na paz e segurança da Europa e as relações entre a OTAN” e o país liderado por Vladimir Putin.

Alerta: Ucrânia mobiliza reservistas do exército

Kiev — A Ucrânia mobilizará seus reservistas para garantir a segurança e a integridade de seu território, anunciou, neste domingo, o diretor do Conselho de Segurança Nacional, após autorização do parlamento russo para o uso da força da Ucrânia.

O diretor do Conselho, Andreii Parubii, afirmou que o ministério da Defesa deve “chamar todos aqueles necessários pelas Forças Armadas neste momento”.

O objetivo desta medida é, segundo informou, “garantir a segurança e a integridade territorial da Ucrânia”, após “a violação dos acordos bilaterais por parte da Rússia, em especial sobre a frota do Mar Negro”.

“O ministério da Defesa deve organizar exercícios de treinamento com os reservistas dentro dos prazos estabelecidos pelo Estado Maior do exército”, acrescentou, sem dar mais detalhes.

“Precisamos de um exército unido”, disse.

A pedido do presidente russo, Vladimir Putin, o Senado do país aprovou, neste sábado, o uso das forças armadas no território ucraniano, “até que a situação política se estabilize na Ucrânia”.

.

.

Fontes:

Tsf.pt – A Ucrânia está a preparar-se para se defender da Rússia

Sol – Rasmussen: Intervenção da Rússia ‘ameaça a paz na Europa’

AFP – Ucrânia mobiliza reservistas do exército

.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s